Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sombras II

por poesianunorita, em 04.05.07

Duas sombras alongam-se

obliquas, lado a lado.

Uma é minha...

A outra sou eu...

 

E não sei qual das duas é mais sombra...

Se aquela que projecto

ou se aquela que sou.

 

Sinto-me mais sombrio do que esta

que nasce aos meus pés

e se prolonga como minha extensão,

rastejando no chão,

abrindo o caminho para a sombra

que, religiosamente, a segue.

 

E desta forma caminham juntas,

lado a lado,

obliquas,

projectando-se no chão.

 

E eu não sei se o piso

ou se nele deslizo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:57


3 comentários

De Sonhadora a 06.05.2007 às 23:41

A tua sombra é grande
Envolve que nela tiver refúgio...
Podes sentir o arrastar de ti
Pois nem sempre a luz nos ilumina a alma
Mas a sombra constrói-se de luz
E sem ela não existe.
Os dias sombrios passarão
E a luz te inundará para nós
Teus leitores

Um beijo com muita luz

De poesianunorita a 07.05.2007 às 15:54

Obrigado Sonhadora por seres minha leitora.
A sombra e a luz fazem parte do mesmo universo:
o meu.
Cumprimentos.

De Anónimo a 30.06.2007 às 22:57

olá. gostei do teu poema e do teu blog tmb. a sombra é a nossa alma reflectida e sem a sombra e sem alma nao seria-mos ninguém. eu tmb tenho o meu blog com poemas feitos por mim e fotos minhas tmb, se kiseres dá uma olhada. bjo. carla granja.
http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


calendário

Maio 2007

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031