Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Falta-me tudo e nada me falta...

por poesianunorita, em 04.09.07

Falta-me tudo e nada me falta...

 

Tenho as mãos cheias de vento

mas falta-me o ar,

tenho livre o pensamento

mas falta-me pensar,

tenho amor ao momento

mas falta-me arriscar...

 

Tenho uma mesa cheia

mas falta-me o que comer,

tenho o meu pé-de-meia

mas falta-me o saber,

tenho de mim uma ideia

mas falta-me o que dizer...

 

Tenho os pés firmes no chão

mas falta-me o compasso,

tenho o mar no coração

mas falta-me vontade de aço,

tenho casa, roupa, e pão...

mas falta-me saber o que faço.

 

Tenho tudo e o nada me falta...

Porque o tudo não me faz falta.

E a ti, o que te falta?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08


6 comentários

De Alexandre Reis a 04.09.2007 às 23:15

A dialética e também o dilema entre o Ter e o Ser.
O que faz falta é o ...
A este "Falta-me tudo.." não falta nada!
Palavras belas com todo o sentido.
Um abraço.

De Alexandre Reis a 04.09.2007 às 23:15

A dialética e também o dilema entre o Ter e o Ser.
O que faz falta é o ...
A este "Falta-me tudo.." não falta nada!
Palavras belas com todo o sentido.
Um abraço.

De Alexandre Reis a 25.09.2007 às 00:47

Nuno, fazes falta. Escreve...

De carla granja a 26.09.2007 às 11:35

olá! sabes! ao lêr o teu poema me vi nele tudo. tenho tudo e no fundo não tenho nada :( bjo
carla granja.

De Vera a 08.10.2007 às 22:24

Faltas-me tu e os teus poemas de sonho!

Beijo

De poesianunorita a 10.10.2007 às 19:49

Obrigado pelas tuas palavras Vera, enchem o coração de alegria.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


calendário

Setembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30