Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quadras

por poesianunorita, em 30.05.08

Solta-se em nós o disparate

deste amor que nos liberta,

à tristeza me salvaste,

raio de sol em porta aberta.

   

Salpicamos pedras no rio,

 gritamos como as gaivotas,

apenas contigo eu sorrio

e invento novas anedotas.

 

 Criamos novas palavras

em gaiolas de beijos apertados,

murmúrios secretos que gravas

nos gestos entusiasmados.

  

 

Arrepiamos no caminho  

sempre que os olhos se tocam, 

os corpos que pedem carinho

são melros que se levantam.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:22


3 comentários

De su a 21.06.2008 às 17:35

Adorei andar a "espiar" aqui este blog e a degustar estas palavras deliciosas...retirei um excerto do Chá de Poesia para um blog que tenho com outras duas amigas...com as devidas identificações (espero que não me leve a mal!).

Beijinhos aqui da Teia.

De poesianunorita a 23.06.2008 às 22:56

Obrigado pela visita, volta sempre.
Cumprimentos

De BSH - Bill Stein Husenbar a 29.06.2008 às 21:07

Perdi-me na beleza do poema

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


calendário

Maio 2008

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031