Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Dia Mundial da Poesia

por poesianunorita, em 21.03.11

As palavras que fervem na boca

desabrocham incertas no coração,

sobem numa urgência mais que louca

para serem escritas de roldão.

 

Uma inspiração tão inesperada,

um atropelo de letras saboroso,

uma tineta de impensada

torna o futuro esperançoso.

 

Estes rios de letras sem montanha,

estas frases arrancadas do ser,

esta forma de pensar que entranha

toda a vida por nascer.

 

Este arrepio do corpo, suave,

este olhar de árvore velha,

este amor pela pequena ave

que assim se espelha.

  

Este cheiro, o riso, o olhar,

esta princesa do meu reino.

Este pequeno príncipe a encetar

a sua jornada de treino.

 

Este sentimento quente,

esta vontade de andar aluado,

esta lua de quarto, crescente,

deitados lado a lado.

 

Esta angustia premente de sentir,

este mergulhar profundo em poesia,

esta forma lépida de sorrir

e de partilhar a alegria.

 

Mas...

 

a poesia não está na moda.

Definha como só ela sabe.

Porém, tudo gira à sua roda

mesmo contra vontade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:24



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


calendário

Março 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031