Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Eu posso existir...

por poesianunorita, em 09.03.07

 

Eu posso existir

Sem saber o nome desta rua,

Mas não consigo viver

Sem ter os beijos da Lua.        

 

Eu posso existir

A ver os comboios a passar,

Mas não consigo ser,

Sem ver as ondas do mar.

 

Eu posso existir

Em frente à televisão,

Mas quem seria eu

Sem pisar as folhas no chão.

 

Eu posso existir

De um modo brutal,

Mas não seria Eu...

Seria um anormal.

  

Eu posso existir

Mesmo sem escrever.

Mas que seria de mim

Sem tempo para te ver.

 

Eu posso existir

Despojado de tudo,

Mas que faria de mim

Se me roubassem o mundo.

 

Eu posso existir

Sem estas coisas banais,

Mas, por favor

Deixem-me ver os pardais.

 

Eu posso existir

Sem saber quem sou.

Mas eu peço o favor...

De não estragarem o que Nos criou

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:58


1 comentário

De Mel de Carvalho a 10.03.2007 às 10:44

Tu até podias existir sem que te tivesse conhecido,
mas amigo, cada momento mais me convenço
de que isso não faria qualquer sentido.

Temos um vazio por dentro
que se alimenta da voz do Vento. Temos
o fascínio da Lua, a paixão pelo Mar ...
Somos farinha de um mesmo saco...
que sem poesia, não se ergue no ar!!
Temos como sustento, silabas sempre a
marulhar!!!!

***
Bjs, meu querido "afilhado" ...
Bom fim de semana!
Mel

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


calendário

Março 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031