Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

"Quadrilogia" das estações

Abril 19, 2007

poesianunorita

 

INVERNO

 

Calçou as pantufas, vestiu o roupão,

E na cabeça pôs um gorro preto.

É criança que amua, o refilão!,

Ninguém atura o Inverno cinzento.

 

Do armário tirou o guarda-chuva.

Foi brincar com ele na noite de luar.

Tentou apanhar todas as gotas da rua,

Como não conseguiu, pôs-se a berrar.

 

É assim, um pobre menino mimado.

De cada vez que ele faz birra, chove.

Mas ficou o lavrador bem consolado

Com tantas e tantas birras que houve.

 

A cura para estes amuos é simples:

- É deixa-lo ir brincar na praia no verão,

- É vestir-lhe da primavera as vestes,

- É, por fim, adormecê-lo com uma canção

das de embalar, que tu me ofereceste.

Visitantes

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D