Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

Mastro firme

Outubro 17, 2008

poesianunorita

Aguardo no mastro firme do meu barco

pelo liso imaculado da tua vela.

 

 

As águas, agora serenas, antecipam o teu vento

que as irá inquietar e abanar o barco

que passará a ser de ambos,

na bolina da conjunta agitação.

 

 

Lançaremos âncora numa ilha secreta

e, convictos, enterraremos o tesouro precioso

nas areias nuas, virgens e imaculadas.

 

 

Assinaremos no mapa o X que sela o segredo do nosso amor.

 

 

Daqui partiremos em novas demandas

nessas ilhas por explorar, diferentes locais a experimentar,

mares novos onde infinitamente navegar,

marinas refrescantes

e novos portos

onde aportar este barco de dois

que não se cansa de viajar. 

1 comentário

Comentar post

Visitantes

Mais sobre mim

foto do autor

Luso-Poemas - Poemas de amor, cartas e pensamentos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D