Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

prontos para serem limpos...

Abril 21, 2009

poesianunorita

Quando nos falta a valorização

rompe-se a frágil linha da emoção.

Sobram olhares vagos

sobre haveres não pagos

e os deveres que ficam por sanar

são os mesmos que nos estão a matar.

 

Pesada a culpa de quem se falhou,

cuspida no mesmo chão que o amparou.

 

E malha-se ferro na carne triste,

tombam olhos de quem desiste.

E há buracos sem fundo

perdidos nas cores do mundo.

E chamam-se nomes sem nome

à passagem ardente da fome.

E filam-se esperas por migalhas

não podendo escapar dessas malhas

que nos apertam... Lentamente,

inexoravelmente...

 

Sem dúvida de que somos apenas

grãos de pó...  demasiadas centenas...

prontos para serem limpos 

Visitantes

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D