Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

Voar...

Maio 19, 2009

poesianunorita

Acho que me apetece ser um avião.

Andar de braços abertos e sentir o ar.

Rodopiar rapidamente em manobras fluentes;

erguer os pés do chão e voar.

Sentir o vento frio acariciando-me a face,

coçando-me o cabelo, roçando-me o flanco.

Sem rumo, sem rota, sem hora para aterrar.

Encher-me de céu azul e de nuvens.

Esvaziar-me do lastro pesado que me prende ao chão.

Olhar para baixo, ver o belo e esquecer o feio.

 

Libertar-me.

 

Voar em movimentos soltos e redondos

De fazer inveja aos pássaros.

Dizer-lhes:

-“Se vocês cantam porque sabem voar,

então eu voo porque gosto de cantar.”

 

E tudo isto por ser saudável.

  

Visitantes

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D