Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

Exibes perante mim...

Fevereiro 11, 2013

poesianunorita

Exibes perante mim uma nódoa negra sentimental,

como se fosse coisa só tua,

como se fosse um troféu mental. 

Tão latente mas tão patente, 

que nem é preciso um registo 

ou lente de aumento 

para ver de onde vem esse teu mal. 

 

Insistes  perante mim numa ilusão monumental, 

como se fosse coisa tua, 

como se fosse algo pessoal. 

Tão crescente, tão demente, 

almejando querer ser bem-visto 

num futuro advento

da nódoa negra fundamental.

Visitantes

Mais sobre mim

foto do autor

Luso-Poemas - Poemas de amor, cartas e pensamentos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D