Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

Eu posso existir...

Março 09, 2007

poesianunorita

 

Eu posso existir

Sem saber o nome desta rua,

Mas não consigo viver

Sem ter os beijos da Lua.        

 

Eu posso existir

A ver os comboios a passar,

Mas não consigo ser,

Sem ver as ondas do mar.

 

Eu posso existir

Em frente à televisão,

Mas quem seria eu

Sem pisar as folhas no chão.

 

Eu posso existir

De um modo brutal,

Mas não seria Eu...

Seria um anormal.

  

Eu posso existir

Mesmo sem escrever.

Mas que seria de mim

Sem tempo para te ver.

 

Eu posso existir

Despojado de tudo,

Mas que faria de mim

Se me roubassem o mundo.

 

Eu posso existir

Sem estas coisas banais,

Mas, por favor

Deixem-me ver os pardais.

 

Eu posso existir

Sem saber quem sou.

Mas eu peço o favor...

De não estragarem o que Nos criou

1 comentário

Comentar post

Visitantes

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D