Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

vizinho das nuvens

ENTRA E BEBE UM CAFÉ DE POESIA

O Verso...

Março 21, 2007

poesianunorita

 

Não tenhas medo.

Sou apenas um verso...

Não te vou morder.

Não te vás embora,

ganha um momento para me leres.

Não te irei fazer mal,

garanto-te!

Sou apenas fruto da imaginação de um poeta.

E todos sabemos como eles são...

Podem ser poderosos e selvagens,

viris ou frágeis, ausentes ou presentes,

melancólicos ou pungentes, amorosos ou trágicos...

Mas apenas o são na sua escrita,

e as letras não matam.

Pelo menos directamente...

Não te preocupes, eu sou um verso inofensivo.

Não vou mudar o mundo, mas posso ajudar a compreende-lo.

Pelo menos tento.

Como já disse antes sou apenas um verso...

Mas tenho em mim a magia da imaginação,

que vive também dentro de ti,

aninhada no fundo do teu coração.

Obrigado por me leres.

Assinado: O Verso.

Visitantes

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D